Indústria alimentícia e as novas formas de consumo: o que tem mudado?

O mercado alimentício vêm sofrendo mudanças, muitas dessas guiadas pela tecnologia e pela busca por praticidade. Esses dois fatores têm apresentado um forte impacto no que as pessoas estão consumindo e como.

De alguns anos para cá houve um crescimento nas buscas por opções rápidas de alimentação, como as redes fast-foods e os sistemas self-service, que são opções rápida de alimentação. Porém, com o avanço da tecnologia, hoje já é possível encontrar diversos aplicativos que levam a comida até você, sem você precisar sair de casa ou mesmo cozinhar. E aqui estamos falando de todos os tipos de comida, desde lanches até pratos mais sofisticados.

Alguns exemplos dessas redes de entregas são o iFood, Rappi e o Ubber Eats, que não perdeu a oportunidade e entrou nesse mercado que tem se apresentado muito promissor!

Um aspecto importante e positivo que as pessoas têm demonstrado dentro dessas novas formas de alimentação, é a busca por alimentos saudáveis e opções mais leves. Se antes os aplicativos eram formados em sua maioria por lancherias, pizzarias e hamburguerias, hoje as opções naturais, vegetarianas e veganas estão ganhando cada vez mais lugar!

As opções são tantas que você pode encontrar alimentos para todas as refeições, desde prontos para consumo a congelados. E com todas essas mudanças o que muda para os estabelecimentos que comercializam alimentos?

É importante estar atento e acompanhar o mercado e tendências, para estar pronto a oferecer o produto ao consumidor, lembrando sempre que as formas dele chegar a este não se resumem mais a ir até o seu estabelecimento.